Autossabotagem – Descubra o que está empacando seus planos

A autossabotagem pode destruir a autoestima. Lute contra ela.

Compartilhe este post:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Reconhecer que a autossabotagem nos impede de ser bem sucedidos é o primeiro passo para se livrar do boicote a si mesma. Mas, o que implica estar familiarizada com o termo e entender de onde essas atitudes prejudiciais surgem? Por exemplo, qual é o limite entre um comportamento centrado e um autodestrutívo?

A autossabotagem pode nos atrapalhar na realização de sonhos e concretização de metas. Já pensou por que você não sai do lugar? Sempre tem uma desculpa para começar um novo projeto ou procrastina muito para atingir um objetivo?

Pois bem, é a autossabotagem agindo e, na maioria das vezes, não conseguimos nem perceber. Esse comportamento pode ter se enraizado em nosso subconsciente, mas o que você pode fazer para vencê-lo? É o que vamos ver neste artigo.

O que é autossabotagem

Antes de começarmos a ver os passos para evitar a autossabotagem é importante enteder do que se trata. Para evitar que tal comportamento chegue a um nível devastador em sua vida, é preciso compreender como este mecanismo de defesa funciona.

Mecanismo de defesa? Isso mesmo! Os pensamentos autossabotadores tem, na maioria das vezes, origem na falsa sensação de perigo.

Nosso inconsciente é resistente a mudanças! Ele tenta garantir conforto e segurança a qualquer custo, o resultado é a dificuldade de adaptação a novas situações. Ou seja, de nada adianta “esfregar” este comportamento na cara de quem o pratica, o melhor é oferecer apoio e ajuda. Você pode fazer isso: de forma verbal, dando ajuda prática, sendo confidente, etc. O que conta é se fazer presente.

A autossabotagem é um mal que afeta relações, dificulta nosso crescimento pessoal e profissional, nos impedindo de desenvolver todo nosso potencial.

Depois, mergulhe para dentro de você mesma na busca do autoconhecimento para trabalhar formas de superar padrões de sabotagem como:

  • Medo de errar;
  • Não reconhecer suas conquistas;
  • Nunca colocar em ação seu planner de tarefas;
  • Tentar sempre ser autossuficiente ou dependente;
  • Não ser grata pelos aspectos positivos de sua vida, achando que falta algo para as coisas darem certo.

Identifique a origem da sua autossabotagem 

Em alguns casos os traumas da infância e adolescência influenciam no desenvolvimento da autossabotagem. Pode ser que pessoas traumatizadas sintam sentimentos negativos sobre si mesmas, como: abandono, culpa e rejeição.

Isto acontece porque é nessa fase que construímos nossa percepção de mundo. É nela que formamos nossa personalidade e adquirimos comportamentos baseados em nossa familia e amigos.

Mas não só os traumas de infância que podem provocar a autossabotagem. É fato que há pessoas que absorvem muito as pressões da vida diária e, como resultado, isto pode desencadear: ansiedade, depressão, obesidade, problemas de coração, diabetes e, em casos extremos, automutilação. Se você conhece alguém assim, ou se você mesmo é assim, a terapia pode ajudar muito! Procure um bom psicólogo e comece a vencer essa batalha. Tenho certeza que você irá se surpreender com os resultados.

Alguns sinais de autossabotagem vêm por meio de receios, faltas e excessos:

  • Falta de comprometimento e/ou iniciativa
  • Exagero na comida, bebidas e outras drogas
  • Medo de fracassar ou alcançar o sucesso
  • Excesso de comparação, reconhecimento, dúvidas 
  • Preocupação exagerada com fatores incontroláveis

No blog psicologo.com.br tem um artigo que explica mais cinco sinais de comportamento autossabotador, mas vamos falar sobre como vencer a autossabotagem antes de você dar uma olhadinha lá, ok?

Vença a autossabotagem 

Tenha disciplina para vencer a autossabotagemNeste parágrafo, vamos falar de exeplos concretos. Por exemplo:

  • Boa parte do seu planejamento vai pro vinagre?
  • Às vezes você acha que não termina o que começa?

Você não é o único!  Saber destas linitações é, na verdade, uma vantagem. Reconhecer o inimigo é um passo a mais para a vitória! Lance mão de medidas preventivas para evitar que o hábito cresça e tome atitudes contrárias à autossabotagem.

Busque soluções para as adversidades, adote novos hábitos e defina um propósito a alcançar! Porque, assim, você foca no que é positivo e mantém a motivação lá em cima. 

Usar um planner por tarefa é um excelente ideia para organização pessoal. Além disso, quando colocado em prática, você consegue ter mais qualidade de vida ao gerenciar seu tempo entre: afazeres, família e amigos. Acima de tudo, lembre-se que você não está só. Buscar grupos de pessoas que sofrem com o mesmo problema pode ajudar a encarar a situação com outros olhos.

Certamente o apoio da família é indispensável. Exponha o que você está sentindo e peça ajuda. Em suma, use as armas que você tem a seu favor. Não é porque os sentimentos são seus que você precisa passar por tudo sem ajuda. Quem te ama quer te ver bem e vai ajudar, com certeza, você a melhorar.

Seja seu melhor amigo

Seguindo na mesma linha de raciocíonio, o amor-próprio é essencial para fortalecer a sua autoestima. Ele nos torna mais confiantes para enfrentar a pressão interna de se sabotar. Vale ressaltar que sessões de Ame a si mesmopsicoterapia ajudam a quebrar paradigmas negativos de comportamentos, por exemplo: TOC, TAG e outros.

Da mesma forma, ficar atento aos sabotadores ajuda a criar estratégias para contorná-los. Coloque suas ideias no papel e defina metas e prazos, mas  seja realista! De nada adianta criar metas difíceis de alcançar e não conseguir nem mesmo começar. Acima de tudo, é melhor fazer pouco com qualidade do que tentar fazer muito e não conseguir.

Criar planejamentos simples de executar é um dos segredos para vencer a autossabotagem. Por exemplo, use o ByDelta para te ajudar nesta tarefa! Muitas pessoas que usaram o sistema relatam melhoras sigficativas nos seus resultados.

Outra ferramenta é o curso Traquejo, que te ajuda a criar planejamentos eficientes. Nele você não só verá a teoria, mas colocará em prática seu plano de ação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que tal receber novidades sobre organização pessoal e a ByDelta?

Inscreva-se e receba nossas atualizações diretamente no seu e-mail​

Outros artigos:

Mulher cuidando da pele após ter usado o ByDelta para organizar o skincare.
Organização pessoal

Se A Sua Pele Estiver Assim, Cuidado!

A pele é a primeira barreira de proteção do corpo contra agentes causadores de doenças. Sobretudo, ela ainda é um ótimo sinalizador de como anda